• pzorzodias

Sabia que ao criar sua empresa é preciso definir o tipo societário que melhor se enquadra a ela?

A resposta para essa pergunta é importante para o sucesso do seu negócio!


Sabemos que começar um negócio do zero não é tarefa fácil e a tendência é gerar diversas dúvidas e inseguranças na hora de colocar o plano em prática. Mas, no mês de setembro você irá conhecer com mais detalhes cada modalidade societária para escolher com tranquilidade qual é a mais apropriada para o seu empreendimento.


A primeira coisa a se fazer ao se aventurar no mundo dos negócios é reconhecer o tipo de empresa que se pretende criar. Cada tipo societário detém características próprias, e, dependendo de cada situação, será um ou outro o tipo societário mais adequado ao negócio que pretende ser desenvolvido pela pessoa física ou jurídica. Deste modo, para melhor satisfazer os anseios da futura sociedade, é imprescindível muita atenção na escolha do modelo societário correto.


O primeiro passo é se perguntar: vou empreender sozinho ou em sociedade? Em seguida, há que se determinar a responsabilidade dos sócios, uma vez que, certos tipos societários não realizam a separação do patrimônio destes e da sociedade. Além disso, é necessário a captação de recursos financeiros através de outras fontes além dos investidores iniciais, analisando como ocorrerá a administração e registro da empresa.


É importante realizar a distinção entre Sociedade Simples e Sociedade Empresária que, de acordo com a lei, empresário é: quem exerce profissionalmente atividade econômica organizada para a produção ou a circulação de bens ou de serviços. Portanto, a “organização” dessas atividades não empresárias será chamada de sociedade simples.


Acompanhe as postagens semanais do mês de setembro para entender com mais clareza os tipos societários presente no Brasil, e, também, os critérios práticos que melhor se enquadram ao seu empreendimento. Se eventuais dúvidas surgirem, entre em contato conosco!

25 visualizações