O Uber agora é fintech?



A Uber é conhecida pelo serviço de corridas por aplicativo. Porém, desde 2009, a empresa já passou por várias fases: oferta de bicicletas e patinetes; desenvolvimento de carros autônomos; delivery (com o Uber Eats), entre outros. Agora, chegou a vez de entrar nos serviços financeiros.


Com a conta digital, as corridas para os motoristas serão pagas instantaneamente. Uma iniciativa não apenas da Uber em parceria com o Digio.


Os motoristas acessam suas contas diretamente no aplicativo do banco digital, mas possuem benefícios exclusivos. Embora a conta digital da Uber seja uma novidade do Brasil, nos Estados Unidos os motoristas contam com essa opção desde 2019. Por lá, a empresa oferece o “Uber Money".


A Uber não é a única fornecedora da conta digital, mas não seria uma surpresa se esse cenário mudasse. É o que tem acontecido com diversas startups.


Esse fenômeno tem sido chamado de “fintechização” das empresas. Hoje, elas estão fazendo parcerias ou até mesmo adquirindo soluções para tornar processos mais eficientes. Elas compreenderam que a experiência do usuário conta do início ao fim — passando também pelo pagamento, não apenas na utilização do serviço/produto. E, claro, aumentando suas fontes de receita e lucro.

Fonte: StartSe


34 visualizações