• pzorzodias

Hoje te apresentaremos à modalidade de negócio Spin-Off. Vem entender como funciona!

O modelo de negócios denominado Spin-off consiste na fundação de uma nova empresa por derivação de outra organização empresarial ou acadêmica, esse modelo está inserido no Brasil desde 2004 e é regulamentado pela Lei n° 10.973 que versa sobre a inovação tecnológica. Assim como ocorre com startups, a criação de uma spin-off tem como objetivo instituir um modelo de negócios repetível e escalável, focado em oportunidades de lucro e crescimento.


Conforme a evolução dos empreendimentos, surge a necessidade das organizações se adaptarem a um novo tipo de mercado ou de tecnologia, por ser mais econômico esse modelo de negócio é visto como uma boa alternativa de diversificação. Nesse contexto, existem dois tipos de spin-off que diferem entre si por conta de sua origem, a Spin-off corporativa é quando uma nova empresa nascer a partir de outra organização já existente, a chamada empresa-mãe, e a modalidade da Spin-off acadêmica que atua de forma parecida com startups que são criadas em centros universitários ou institutos de pesquisa, essa modalidade surge da necessidade de comercializar os produtos que são resultados das pesquisas dessas entidades.


Entre as principais vantagens desse modelo está a possibilidade de contar com o conhecimento de uma universidade para novos projetos, no caso das spin-offs acadêmicas, se apoiar no contexto tecnológico e de know-how provenientes da empresa-mãe para cumprir os objetivos definidos, como o caso das spin-offs corporativas. No entanto, vale ressaltar que existem alguns riscos associados à criação dessas empresas, pois para spin-offs acadêmicas, por exemplo, o benefício econômico pode ser limitado, já que a pesquisa prevalece sobre o negócio. Esse fator deve ser analisado com cautela, afinal, por mais que essas empresas geralmente possuem apoio financeiro no início, em determinado momento, elas terão que se autogerir.


Imagem: blog.aevo.com.br

38 visualizações